PROJETO SENSIBILIZA SERVIDORES PÚBLICOS PARA ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA MULHER NO ANO EM QUE A LEI MARIA DA PENHA COMPLETA 10 ANOS

O projeto Mulheres e LBTs: Enfrentando a Violência, Construindo Cidadania, ganhador do edital Fundo Fale Sem Medo de 2015, mobilizou a primeira atividade hoje, 9 de agosto. A formação para servidores públicos do estado de Santa Catarina das áreas da saúde, educação, assistência social e segurança pública para o enfrentamento da violência contra mulheres e meninas começou hoje e vai até sexta-feira, 12 de agosto, na Assembleia Legislativa (ALESC).

Em parceria com o Núcleo Laboratório de Relações de Gênero e Família (LABGEF) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), a Casa da Mulher Catarina e a Rede Feminista de Saúde empreenderão uma pesquisa sobre a real situação do atendimento às mulheres hétero, lésbicas, bissexuais, transsexuais e travestis vítimas de violência, sobretudo, doméstica na cidade de Florianópolis no ano em que a Lei Maria da Penha completa 10 anos.

Em breve, você poderá acompanhar todas as atividades do projeto pelo site da Casa da Mulher Catarina (http://www.casadamulhercatarina.com.br/?page_id=749)

Veja o primeiro vídeo do encontro realizado em abril de 2016, no Rio de Janeiro, com todas as 33 instituições contempladas pelo edital Fundo Fale Sem Medo: