Empreendedorismo feminino: dicas para começar e desenvolver-se

Uma realidade que precisa ser encarada de frente e sem nenhuma demagogia é que os desafios do empreendedorismo feminino são diferentes do empreendedorismo comum. As mulheres têm uma série de desafios particulares que incluem a necessidade de serem levadas à sério por fornecedores, clientes e até colaboradores.

Se você é uma mulher empreendedora, sabe do que estamos falando. Se você está pensando em empreender, já deve ter sentido um eventual desconforto em um momento ou outro, com olhares estranhos de amigos ou pessoas com quem você comente seus objetivos.

Para que você não perca tempo ou energia com tolices, vamos dar dicas indispensáveis para que as empreendedores consigam desenvolver-se de forma mais eficiente e rápida, além de evitarem as armadilhas e os vícios que o mercado acaba impondo a elas.

 

1- Networking é importantíssimo, e impor-se como alguém a ser respeitada também

Se respeitada é indispensável, e nenhum círculo de contatos que te trate de forma inferior vale realmente a pena. Não estamos dizendo para desistir na primeira “piadinha machista”, mas se você sentir que existe uma real má vontade ao seu redor por causa desse tipo de situação, é importante se desassociar.

Uma dica importantíssima nessa construção de network é procurar outras mulheres empreendedoras, que vão entender melhor seus desafios do que um homem. Grupos de mulheres empreendedoras são comuns e podem ser inclusive, uma fonte de inspiração importantíssima para você.

2- Trabalhe o psicológico sempre

Trabalhar a sua saúde mental e a sua resistência emocional é de suma importância para os desafios do empreendimento que você vai começar. Existem diversas dificuldades que vão aparecer na sua frente e apenas com uma estrutura psicológica adequada você será capaz de resolver essas questões. 

Sendo assim, é de suma importância sempre conversa com alguém, desabafar suas angústias e dificuldades, se sentir emocionalmente amparada por amigos ou família e eventualmente procurar grupos de ajuda ( de novo o grupo de mulheres empreendedoras ajuda) ou ajuda profissional

3- Busque a sua missão, aquilo que te apaixona

Uma das maiores dificuldades da empreendedora é persistir mesmo com todas as dificuldades que o mercado vai te oferecer. Uma das formas mais eficientes de contornar essa situação é buscar empreendimentos nos quais você se sinta realizada em diversas formas.

Um dos erros mais comuns do empreendimento feminino é aceitar dicas de pessoas que vão te apontar mercados que podem render financeiramente bem, mas que não são recompensadores em outros aspectos. Fuja desse erro, aprendendo a extrair lucratividade das suas paixões.

Dica bônus Planeje-se

O planejamento é indispensável para a sua vida como empreendedora. Nesse caso  é importante aprender a se planejar financeiramente e conseguir melhorar consideravelmente as sua vida, tanto pessoal quanto profissional.

Não deixar que a empresa se torne um fardo é fundamental. Aprender a delegar, a fiscalizar e a manter tudo fluindo é algo que você vai aprender com o tempo. Especialmente na parte financeira é importante ser conservadora no começo e sempre ficar atenta às tendências do mercado.

Com essas dicas você vai se tornar alguém muito mais eficiente dentro do seu ramo. Não tenha medo de errar, já que apenas da insistência nasce o sucesso.